Orientação sobre a cremação

A cremação é um procedimento moderno que acelera a decomposição do corpo transformando-o em cinzas. É um hábito milenar, contudo, é bastante recente no Brasil. Para ajudá-lo a dirimir algumas dúvidas, o Memorial Martim Lutero selecionou, a seguir, as principais dúvidas existentes sobre a cremação.

Quantos corpos podem ser cremados de cada vez?

Apenas um de cada vez, pois o equipamento comporta apenas um corpo quando é acionado.

O que acontece com as cinzas após realizada a cremação?

Elas são acondicionadas em uma urna especial, que pode ser guardada em nichos, jazigos perpétuos, ou em casa, como a família preferir.

Pode-se cremar somente os ossos para exumação?

Sim, isso é permitido e recomendado às famílias, para que tenham sempre consigo a lembrança de seus entes queridos.

Durante a cremação é exalado cheiro ou fumaça?

Não, de espécie alguma. Este tipo de equipamento deve receber autorização de funcionamento que só é dada quando todas as normas ambientais são rigorosamente obedecidas. E neste caso, a exalação de cheiro e/ou fumaça é expressamente proibida.

Cremações podem ser feitas durante a noite?

O processo de cremação é realizado somente durante o dia. Contudo, a Cerimônia de Despedida pode ocorrer em qualquer horário, seja de dia, seja de noite.

A cremação é cara?

Não. Há um mito sobre o seu custo. Quando foi iniciado este processo, ele era caro devido à baixa oferta/procura e ao fato do equipamento ser muito caro. Atualmente, os valores baixaram substancialmente, tornando-se acessível a diferentes classes sociais.

É preciso deixar por escrito a vontade de ser cremado?

Pode-se deixar por escrito esse desejo, mas a cremação também é permitida com a autorização expressa de um familiar direto.

A cremação pode ser realizada imediatamente após o óbito?

Não. Legalmente, deve-se aguardar no mínimo 24 horas após a ocorrência do óbito para que se proceda a cremação (ou mesmo o sepultamento).

O ataúde é queimado com o corpo?

Sim. No entanto, as cinzas do caixão e das roupas ficam muito finas dada a alta temperatura de atuação do forno, e assim não se misturam às cinzas do corpo.

A cremação substitui o velório?

Não. Numa cremação, todo cerimonial de velório permanece o mesmo, respeitando as tradições dos diferentes rituais fúnebres.