História

O Memorial Martim Lutero, originalmente denominado Cemitério Evangélico, foi criado a partir da necessidade dos luteranos vindos da Alemanha para a região de Porto Alegre durante o século XIX, assim como a Comunidade Matriz, inicialmente denominada Deutsche Evangelische Gemeinde, que foi a primeira Igreja Luterana da capital, e também o Hospital Alemão, hoje conhecido como Hospital Moinhos de Vento.

Desde o primórdio, o Memorial Martim Lutero dedica-se à missão de acolhimento aos enlutados e à guarda dos restos mortais e da memória de seus familiares.

A arte funerária abrigada no Memorial Martim Lutero registra em lápides, esculturas, criptas e mausoléus a memória de cada pessoa nele sepultada.

Esta obra combinada com a natureza presente em todo o parque transforma o Memorial no mais belo cemitério parque do Estado, moldado e cultivado a muitas mãos nesses 166 anos de respeito e responsabilidade com seus entes queridos.